Piauí não registra casos confirmados de "flurona", afirma Sesapi

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) informou na manhã desta quinta-feira (13) que o Piauí não tem nenhum caso confirmado de coinfecção entre influenza (gripe) e Covid-19, a chamada “flurona”.
créditos: cidadeverde.com

 

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) informou na manhã desta quinta-feira (13) que o Piauí não tem nenhum caso confirmado de coinfecção entre influenza (gripe) e Covid-19, a chamada “flurona”. De acordo com a Sesapi, o caso de uma paciente de Floriano, investigado pelo Laboratório Central (Lacen), deu positivo para Covid, mas negativo para Influenza.

Segundo a Secretaria de Saúde, os exames para influenza (gripe) e Covid-19 são feitos nas UPAs. As amostras coletadas são encaminhadas ao Lacen-PI para identificação viral. A investigação laboratorial de vírus respiratórios abarca 15 vírus, dentre eles o SARS-COV-2 e o Influenza (subtipos).

O Lacen é o laboratório de referência responsável por confirmar ou descartar os casos no Piauí. Até o momento, não existe nenhum caso positivo no estado.

De acordo com a epidemiologista Amélia Costa, coordenadora do Cievs, “caso ocorra coinfecção, a conduta clínica não é alterada. Os sintomas das duas doenças são semelhantes: Dor no corpo; dor de garganta e febre”.

Como os dois vírus são respiratórios, as medidas de prevenção são as mesmas para evitar a contaminação, como o uso de máscara, higienização frequente das mãos com água e sabão ou álcool em gel e distanciamento social.

A Sesapi vai acompanhar qualquer ocorrência que seja notificada no estado em relação a infecção simultânea pelos dois vírus. A afirmação é do secretário de Saúde, Florentino Neto. Segundo ele, a pasta tem primado sempre pela transparência na divulgação dos dados.

“Detalhes das notificações em investigação serão divulgados oportunamente, caso existam e estas sejam confirmadas", pontuou o gestor.

Florentino Neto destaca ainda que a dupla contaminação tem deixado especialistas em alerta, diante do aumento do número de casos de gripe no país. Muitos estados brasileiros possuem casos confirmados de “flurona”, por isso, o secretário de saúde chama a atenção da população sobre a importância da vacinação.

“Gostaria de fazer um apelo para aqueles que estão com a segunda ou terceira doses da vacina em atraso. Procure uma unidade de saúde para concluir o esquema vacinal, isso é fundamental para todos nós. Todas as vacinas disponíveis garantem proteção efetiva contra casos moderados e graves do coronavírus. Proteja a si e a quem você ama”, pediu Florentino.


 


COLUNISTA
Eudes Martins
COMPARTILHE O LINK DA MATÉRIA