11/12/2017 (xx) xxxx-xxxx

Polícia

Polícia Civil investiga golpe do "bilhete premiado" contra idosos

Dez pessoas já foram encaminhadas ao Instituto de Identificação do Paraná (IIPR) em janeiro

Por Redação 05/01/2016 às 18:03:21
A Polícia Civil, através da Delegacia de Estelionato (DE), está trabalhando de forma especial nas investigações de golpes como o do "bilhete premiado". Dez pessoas já foram encaminhadas ao Instituto de Identificação do Paraná (IIPR), neste mês de janeiro, para a produção de retrato falado. A polícia alerta ainda que normalmente o perfil da vítima quase sempre é o mesmo: pessoas idosas.

De acordo com a polícia, os estelionatários utilizam do mesmo modo operante na prática deste crime e agem com mais frequência no período de férias. A unidade policial tem recebido diversas pessoas, relatando serem vítimas dessa modalidade.

"É importante ressaltar que não existe bilhete premiado, todas as pessoas que passarem por situações como essas deve imediatamente procurar a polícia" orienta o delegado da DE, Fábio Lopes.

O golpe do "bilhete premiado" é uma prática antiga, porém por ingenuidade, algumas pessoas ainda acabam sendo vítimas. O perfil do estelionatário é geralmente o mesmo, passam a imagem de uma pessoa humilde e carente de informação com o objetivo de aplicar o golpe. Alguns dizem vir do interior e pedem ajuda para chegar até uma agência bancária. "Se alguém lhe mostrar um bilhete, falando que é premiado, procure a polícia, tudo isso não passa de um golpe. Normalmente eles passam um valor alto e vendem o falso bilhete por um valor inferior", alerta o delegado. 

A unidade policial aguarda o resultado das perícias para dar continuidade aos trabalhos de investigação e elucidar os crimes dessa modalidade, ocorrido no último mês.
comentários