13/12/2017 (xx) xxxx-xxxx

Geral

Júlio diz que PP não votará a favor de reajuste do ICMS

O anúncio foi feito pelo presidente da sigla no Piauí, deputado estadual Júlio Arcoverde.

Por Redação 24/10/2017 às 22:27:46

Mesmo compondo a base do governador Wellington Dias (PT), o PP - agora Progressistas - anunciou que por enquanto não vai votar a favor do projeto encaminhado pelo Executivo, para o reajuste da alíquota de ICMS.

O anúncio foi feito pelo presidente da sigla no Piauí, deputado estadual Júlio Arcoverde.

"A gente chegou no entendimento que não dá mais para penalizar a classe empresarial do estado, em relação ao aumento de impostos", disse o parlamentar. Ele ressalta que só neste ano, os impostos foram por duas vezes reajustados, e sugeriu que outras alternativas sejam buscadas pelo governo.

"A gente pode estudar outras formas [de arrecadar]. O partido consegue trazer técnicos e economistas para fazer um estudo", analisa.

Questionado por jornalistas se não estaria assim, prejudicando o governo do qual faz parte, Júlio respondeu que a permanência de Fábio Abreu (PTB) em Brasília, para votar a favor da denúncia contra o presidente Michel Temer, prejudica ainda mais Wellington Dias.

"Prejudica muito mais o governador, o seu secretário de Segurança voltar para Brasília e votar contra o presidente Temer, que apesar de não ser do mesmo lado do governador, tem liberado empréstimos para o estado", ponderou.

Abreu ficando para a votação, tira o espaço do suplente Mainha (PP), que votaria com a orientação do presidente nacional do Partido, Ciro Nogueira, que é aliado de Temer.




Publicada por Eudes Martins


comentários