23/07/2018 (86) 8176-6846

Cidades

Governador nega candidatura de Dilma pelo Piauí

"Não sei de onde surgiu isso".

Por Redação 19/12/2017 às 22:24:12

A polêmica sobre a possível candidatura da ex-presidente Dilma Rousseff (PT) ao Senado pelo Piauí em 2018 parece não fazer sentido pelo menos para o governador Wellington Dias (PT). De acordo com ele, nunca houve nenhuma tratativa do partido nem da própria Dilma sobre a possibilidade.

Wellington Dias também continua afirmando que vai manter o compromisso de tentar acomodar todos os partidos da base em uma chapa "vitoriosa" em 2018. Nesta terça-feira (19), ele participou da posse do novo presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PI), José Francisco Paes Landim. 

"Eu não sei de onde surgem determinadas notícias. Em nenhum momento a presidenta Dilma apresentou esse pleito pra mim ou para o partido no Piauí e em nenhum momento o partido apresentou esse pleito. Chegamos a conversar com ela sobre a possibilidade de uma candidatura a partir de iniciativa de seu estado natal, Minas Gerais, e do estado onde vive, Rio Grande do Sul", disse o governador.

De acordo com Wellington, ela não tem a intenção de se candidatar e sempre se manifesta afirmando que quer contribuir com a política e com a democracia, mas continuando a fazer o que já está fazendo, andando pelo mundo e pelo Brasil. "Pelo menos até a última conversa ela tem a decisão de não sair candidata", garantiu. 

Wellington Dias quis deixar uma mensagem de muito otimismo para os partidos da base que ainda discutem a indefinição de uma coligação governista. 

"Acho que a gente pode organizar um time e se Deus quiser, ser vitorioso. [...] A equação não é fácil, mas vamos fazer de forma democrática, dialogando com todos os partidos. É uma vontade que não é só de um líder, de um governador, tem que partir de um entendimento com todas as forças. Fizermos isso em outras eleições e vamos de novo chegar a um bom caminho em 2018".

Para Wellington Dias, a chapa será formada de acordo com a conjuntura apresentada em 2018. Quanto a essa questão, ele reafirmou que já mantém o seu compromisso com o Progressistas. "Vamos tratar de 2018 na conjuntura de 2018. Eu já anunciei que de 2014 eu tenho sim um compromisso de compor uma chapa com o senador Ciro Nogueira".

 

comentários