25/03/2019 (86) 8176-6846

Geral

Piauí poderá buscar novo empréstimo de R$ 77 milhões

Ação engloba o Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola.

Por Redação 28/12/2018 às 22:48:49

O governador Wellington Dias (PT) sancionou a lei que autoriza o Piauí a pleitear uma nova operação de crédito no valor de U$ 20 milhões (cerca de R$ 77 milhões no câmbio atual). O empréstimo engloba o Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA) para o financiamento do Programa de Inclusão Produtiva e Cidadania no Semiárido Piauiense (Viva o Semiárido). O foco do programa são as famílias rurais pobres, com ou sem terra, trabalhando na agricultura ou em atividades não agrícolas. A parceria do Governo do Piauí com o Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola das Nações Unidas (FIDA) já contou com investimentos de R$ 106 milhões, de modo que o organismo da ONU tem auxiliado as famílias de 89 municípios a aprimorar seus negócios, aumentar a produtividade dos cultivos e desbravar novos mercados. A importância do programa Viva o Semiárido é amplificada pelo fato de que estimula atividades que podem elevar tanto a capacidade de consumo dos agricultores familiares, quanto o potencial de venda dos alimentos por eles produzidos. O FIDA também desenvolve ações de adaptação das propriedades agrícolas às condições climáticas. As cadeias e modelos produtivos visados pelo projeto são a apicultura, ovinocaprinocultura, cajucutura, piscicultura, quintais produtivos, mandiocultura, artesanato, entre outros. Outra frente de atuação é o incentivo à articulação a nível local, a fim incluir a população em espaços de discussão sobre políticas e programas governamentais. Com a iniciativa, o fundo da ONU espera ainda fortalecer economicamente as cooperativas de produtores, tornando-as aptas a replicar boas práticas e  promover o acesso a mercados.

A possibilidade da contração de operação de crédito sintetiza a saúde financeira do Estado, neste mês, por exemplo, o Senado já autorizou o Piauí a pleitear empréstimo de no valor de US$ 44,9 milhões (Cerca de R$ 175,1 milhões) junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

O montante é destinado para investimentos no Projeto de Desenvolvimento e Aperfeiçoamento da Gestão Fiscal do Estado do Piauí (Prodaf).





Publicada por Eudes Martins

Fonte: meionorte.com

comentários